Nossos Leitores Obrigado Por Ler

" URBI ET ORBI " MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO NA PASCOA ELE DENUNCIOU OS " REGIMES OPRESSORES" VENEZUELA, SIRIA, CORÉIA DO NORTE, ESTADOS UNIDOS VAMOS PREVINIR A DISSEMINAÇÃO





RENATO SANTOS 16/04/2017  Todos  chamaram o PAPA FRANCISCO DE COMUNISTA, mas, pelo menos ele esta se manifestando contra os ditadores, como NICOLAS MADURO por exemplo, e se aplica a RUSSIA PUTIN no seu sistema POLITICO, na CHINA, CORÉIA DO NORTE ESTADOS UNIDOS A NOVA ORDEM MUNDIAL E NO BRASIL PELA CLEPTOCRACIA que também é uma forma ditatorial e escravidão.


CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco denunciou "regimes opressores" em sua mensagem de Páscoa neste domingo, mas em um aparente pedido por limitação, pediu para líderes mundiais prevenirem a disseminação de conflitos, à medida que tensões aumentam na Coreia do Norte e na Síria.
Francisco, marcando a quinta temporada de Páscoa de seu pontificado, liderou uma missa para dezenas de milhares de pessoas sob medidas de segurança excepcionais na Praça São Pedro, após ataques recentes de veículos contra pedestres em Londres e Estocolmo.
Mais carros policiais e veículos militares do que o comum foram posicionados nas entradas da área do Vaticano e fieis foram parados em diversos pontos de verificação que levavam à praça, que foi decorada com 35 mil flores e árvores.
Em sua mensagem de Urbi et Orbi (à cidade e ao mundo), feita da varanda central da Basílica de São Pedro, Francisco falou sobre um mundo lacerado por conflitos e atado por tensões.
Da mesma varanda de onde se apresentou pela primeira vez ao mundo, na noite de sua escolha em 2013, Francisco falou de Deus andando "ao lado de todos os forçados a deixarem suas casas como resultado de conflitos armados, ataques terroristas, fome e regimes opressores".
Ele não nomeou quaisquer governos específicos.
"Nas situações complexas e às vezes dramáticas do mundo de hoje, que o Senhor ressuscitado guie os passos de todos aqueles que trabalham pela justiça e paz. Que ele dê aos líderes de nações a coragem que necessitam para prevenir a disseminação de conflitos e para colocar uma pausa no comércio de armas", disse.
Francisco falou horas após a Coreia do Norte alertar os Estados Unidos para pararem sua "histeria militar" ou enfrentarem retaliação, à medida que um grupo de porta-aviões dos EUA seguia em direção à região e o Estado recluso marcava o aniversário de 105 anos do nascimento de seu pai fundador.
Preocupações têm aumentado desde que os EUA lançaram 59 mísseis Tomahawk contra uma base área síria na semana passada, em resposta a um ataque a gás mortal. O ato levantou questões sobre os planos do presidente dos EUA, Donald Trump, para a Coreia do Norte, que realizou testes de mísseis e nucleares, em desafio às sanções unilaterais e da Organização das Nações Unidas (ONU).
Em sua mensagem de Urbi et Orbi (à cidade e ao mundo), feita da varanda central da Basílica de São Pedro, Francisco falou sobre um mundo lacerado por conflitos e atado por tensões.
Da mesma varanda de onde se apresentou pela primeira vez ao mundo, na noite de sua escolha em 2013, Francisco falou de Deus andando "ao lado de todos os forçados a deixarem suas casas como resultado de conflitos armados, ataques terroristas, fome e regimes opressores".
Ele não nomeou quaisquer governos específicos.
"Nas situações complexas e às vezes dramáticas do mundo de hoje, que o Senhor ressuscitado guie os passos de todos aqueles que trabalham pela justiça e paz. Que ele dê aos líderes de nações a coragem que necessitam para prevenir a disseminação de conflitos e para colocar uma pausa no comércio de armas", disse.
Francisco falou horas após a Coreia do Norte alertar os Estados Unidos para pararem sua "histeria militar" ou enfrentarem retaliação, à medida que um grupo de porta-aviões dos EUA seguia em direção à região e o Estado recluso marcava o aniversário de 105 anos do nascimento de seu pai fundador.
Preocupações têm aumentado desde que os EUA lançaram 59 mísseis Tomahawk contra uma base área síria na semana passada, em resposta a um ataque a gás mortal. O ato levantou questões sobre os planos do presidente dos EUA, Donald Trump, para a Coreia do Norte, que realizou testes de mísseis e nucleares, em desafio às sanções unilaterais e da Organização das Nações Unidas (ONU).
Francisco também condenou a explosão a bomba contra um lotado comboio de ônibus sírio que matou ao menos 112 pessoas nos arredores de Aleppo, descrevendo-o como "desprezível" e pedindo que Deus leve cura e conforto ao que chamou de "amada e atormentada Síria".
Falando no dia mais importante do calendário litúrgico cristão, ele pediu paz no Sudão do Sul, Sudão, Somália, República Democrática do Congo e Ucrânia.
Uma forte chuva atingiu Roma de surpresa à medida que a missa era realizada, mas passou rapidamente, permitindo que Francisco andasse no papamóvel aberto para que pessoas no final da multidão pudessem vê-lo.  
(Por Philip Pullella)

GAZETA CENTRAL ( BLOG) TAMBÉM COMBATE AS NOTICIAS FALSAS, NOS AJUDEM , NÃO PUBLIQUEM E NEM COMPARTILHEM, RACISMOS E ÓDIOS NÃO LEVAM A NADA<<>> SAIBAM USAR A REDE SOCIAL FACEBOOK PARA COISAS QUE VALEM A PENA <<>> ANALISEM AS NOTICIAS FALSAS <<>> NÓS TRABALHAMOS SOMENTE COM ÉTICA ( BLOG) O NOVO CAMINHO DA INFORMAÇÃO GAZETA CENTRAL O UNICO JORNAL NO BLOG







RENATO SANTOS  16/04/2017   Muitas pessoas por sua ignorância não tem a ideia ou até conhecimento que a rede facebook não é para brincadeiras, nem postagem de noticias falsas, comentários ofensivos e nem mesmo a verdadeira funcionalidade da rede social, sabem por exemplo a sua funcionalidade para  a Democracia e para acabar com a CLEPTOCRACIA  na sua própria cidade, nem mesmo reivindicar seus direitos, em resumo parem de ser idiotas publicando mentiras e coisas sem fundamentos, apesar que temos ainda pessoas graças a Deus que sabem usar a rede social.

Vejam o exemplo de uma noticia falsa !


Com essa preocupação a GAZETA CENTRAL ( BLOG), participa de uma campanha para o fim de noticias falsas, nas redes socias, não se aproveitam nada disso e nem preconceitos de todos os tipos e ódios, não publiquem esses " lixos", saibam usar uma ferramenta poderosa.

Acionistas propuseram que o Facebook prepare um relatório sobre a ameaça que notícias falsas difundidas em redes sociais causam à democracia e à liberdade de expressão e sobre os perigos que elas podem representar para a própria empresa, segundo um comunicado publicado na sexta-feira.

A proposta, que diz que o Facebook forneceu "um mecanismo financeiro de apoio ao conteúdo fabricado" na internet, sugere que a empresa analise amplamente a questão, incluindo medidas de bloqueio às postagens falsas, como suas estratégias influenciam a liberdade de expressão e como ela avalia os créditos dos posts.
"O Facebook é altamente vulnerável, com notícias falsas largamente promovidas através de algoritmos estratégicos de jogos e de algoritmos da plataforma de publicação do Facebook", diz a proposta.
A questão das notícias falsas ganhou destaque durante a eleição presidencial dos Estados Unidos no ano passado, quando muitos posts imprecisos foram amplamente compartilhados no Facebook e outros serviços de mídia social.
O Facebook na França já possui um programa que usa verificadores externos de fatos para combater notícias falsas nas telas dos usuários e, na quinta-feira, suspendeu 30 mil contas no país, antes das eleições presidenciais do país.
Separadamente, acionistas também propuseram um relatório de igualdade de remuneração de gênero ser preparado até dezembro.
A proposta recomenda que a empresa divulgue a diferença percentual de salário entre funcionários do sexo masculino e feminino de todas as raças e etnias, as políticas adotadas para solucionar a lacuna, a metodologia usada para essas medidas e os objetivos que poderiam ser estabelecidos para reduzir essas diferenças.
O conselho de administração do Facebook recomendou uma votação contra ambas as propostas.
(Por Sangameswaran S, em Bangalore)

A CRISE NA ASIA MOSTRA QUE DITADORES NÃO SERÃO MAIS ACEITOS NO MUNDO <<>> CORÉIA DO NORTE TEM QUE PARAR DE FAZER TERRORISMO COM ARMAS NUCLEARES JÁ






RENATO SANTOS  16/04/2017  A crise na Asia esta para levar a uma guerra no local, caso a COREIA DO NORTE não desista da ideia absurda de querer  usar armas nucleares. 



Eles os nortes coreanos tem que entender de uma vez que a época de ditadores acabou faz tempo, assim como a Russia e a China, estamos vivendo em outra época e não ao uso da força, mas, em se tratando dos ditadores eles mudam seus discursos de provocadores a vítima, é o caso de todos cleptocratas no poder.

A Coreia do Norte na sexta-feira condenou os Estados Unidos a "um grande número de ativo estratégico core" para a península coreana. Neste momento, a frota de porta-aviões dos Estados Unidos está se dirigindo para a região, aumentando os temores de que a Coréia do Norte pode ser o teste nuclear sexto.
Desde o seu lançamento na semana passada, os mísseis de cruzeiro Tomahawk US Navy para a Síria 59 um aeroporto, para responder a ataques com armas químicas, a situação se tornou tensa. Isto é preocupante planos do presidente dos EUA, Trump para a Coreia do Norte, que ignorou a sanções e sanções bilaterais míssil ONU e testes nucleares.
Estados Unidos advertiu que a política "paciência estratégica" terminou. Vice-presidente dos EUA, Burns, chegou na Coréia do Sul domingo, na Ásia para uma visita de 10 dias.
Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Norte porta-voz do Desarmamento e Peace Research Institute divulgou um comunicado condenando o ataque dos EUA contra a Síria, afirmando que "a paz será alcançada pela força."
"Península Coreana para os Estados Unidos - maiores pontos quentes do mundo - Entre um grande número de ativos estratégicos nucleares, uma grave ameaça para a paz ea segurança na Península Coreana, a situação à beira da guerra", a Agência de Notícias Central Coreana sexta-feira citou o comunicado.
"Faz a península em uma situação perigosa, guerra termonuclear pode sair a qualquer momento, à paz e à segurança mundial e representam uma ameaça séria, para não mencionar o impacto no nordeste da Ásia," representação KCNA.
A Coreia do Norte geralmente emitido durante grandes eventos políticos mísseis ou testes nucleares, e muitas vezes ameaçam os Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão.
Sábado é o principal líder da RPDC tarde 105º aniversário de Kim Il Sung, a Coreia do Norte conhecido como o "Festival do Sol."
** ** oportunidades de negociação
No entanto, como o único grande aliado da Coreia do Norte e países vizinhos da China, se opõem a teste de armas nucleares da Coréia do Norte. China pede solução pacífica para a questão coreana através do diálogo e desnuclearização da península.
"Uso da força não pode resolver o problema da Península Coreana", disse o ministro das Relações Exteriores chinês Wang Yi quinta-feira a repórteres em Pequim. "A China vai procurar oportunidades para fazer a questão nuclear da Península Coreana volta para a pista de negociações."
Trump já avisou que não vai tolerar o comportamento provocador da Coreia do Norte mais. Autoridades dos EUA disseram que, apesar do envio de uma frota naval com destino a península coreana, mas o foco Coreia do Norte Trump da política do governo é aumentar as sanções econômicas, possivelmente incluindo um embargo de petróleo, no-fly aviação, navios de carga e interceptar e punir Pyongyang os bancos chineses, como o comércio.
Trump disse nesta quinta-feira que a Coreia do Norte "será resolvido", ele acreditava que o presidente chinês, Xi Jinping será "muito difícil" para ajudar a resolver este desafio.
Trump também disse que, se necessário, os Estados Unidos preparados para lidar com a Coreia do Norte sem a ajuda da China.
Trump no fim de semana ordenou o porta-aviões nuclear Carl Vinson Strike Group para a península coreana para mostrar militar.
National Broadcasting Company (NBC) relatou citando alto funcionário de inteligência dos EUA disse que, se as autoridades acreditavam que a RPDC vai realizar teste de armas nucleares, dos Estados Unidos armas convencionais pronto para tomar uma ação preventiva contra a Coreia do Norte. Mas Trump, um alto funcionário do governo disse que o relatório "totalmente errado".
Outro funcionário norte-americano também negou a notícia, dizendo que o relatório "é na melhor das hipóteses um palpite."
O Pentágono se recusou a comentar, dizendo que a política do Departamento de Defesa para não discutir futuro ação militar "não pode especular publicamente sobre possíveis cenários."
A mídia japonesa disse que o governo vai tomar todas as precauções para confirmar, em resposta à nova provocação norte-coreana que possa surgir.
O Nihon Keizai Shimbun disse que o governo discutidos incluem como resgatar estima-se que cerca de 57.000 cidadãos japoneses na Coréia, e como lidar com a possível afluxo de refugiados da Coreia do Norte no Japão, não podem ser misturados nas espiões e agentes destes refugiados coreanos.
Além disso Kyodo News informou que primeiro-ministro japonês Shinzo Abe visitou os Estados Unidos em fevereiro, após uma reunião com Trump, o Japão começou a elaboração em resposta à crise na península coreana poderia programar.
"O governo está muito preocupado com os movimentos nucleares e de mísseis da Coréia do Norte, estamos a coleta e análise de inteligência." Japonês chefe de gabinete Yoshihide Suga numa conferência de imprensa.
"Gostaria de evitar comentar sobre casos individuais ou conteúdo específico. Nós e os Estados Unidos e Coreia do Sul está mantendo contato próximo com, além de pedir (Coréia do Norte) abster-se de ocorrer ações provocativas, vai observar resoluções pertinentes do Conselho de Segurança da ONU." Ele disse. (Fim)
(Compilado Du Mingxia / Ai Maolin / Li Chunxi / Zhang Ruoqi revisor Wang Yang / Wang Hongying / Cai Meizhen / Yu Chunhong)

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog