Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 20, 2016

Quem sou eu

Minha foto
AS INFORMAÇÕES  DOS  ULTIMOS  ACONTECIMENTOS  NA VENEZUELA

TRAÍDORES DO POVO DE DEUS, MISSÃO NA ÍNTEGRA REÚNE PASTORES E LÍDERES EM 25 ESTADOS BRASILEIROS LANÇOU UM MANIFESTO A FAVOR DE LULA E DILMA CRITICAM O JUÍZ SERGIO MORO E VÃO LEVAR ABAIXO ASSINADO PARA CONSELHO NACIONAL DA JUSTIÇA PARA AFASTAR-LO DA OPERAÇÃO LAVA JATO

renato santos 24/03/2016 O grupo Missão na Íntegra, que reúne pastores e líderes em 25 estados brasileiros, lançou um manifesto em defesa do Estado Democrático e de Direito. Segundo os organizadores, a iniciativa busca romper com a visão de que os protestantes estão quase sempre associados ao retrocesso e à intolerância. Essa foto  esta  na página  do PT, que foi  publicado no dia 23  de março de 2016 
Esse manifesto  não está assinada, encontra-se  na página  do próprio PT, o conteúdo  as  fotos  são os palestrantes que  irão participar  em novembro estão na página deles ,agora  fica uma pergunta, esse manifesto faz parte deles  também, ou estão sendo traidores de CRISTO,cabe a cada  um deles se manifestar  e  a publicaremos.  
ARIOVALDO RAMOS Idealizador e anfitrião

AOS JORNAIS INTERNACIONAIS DILMA APRESENTA CONFIANÇA CRITICOU SEUS OPOSITORES E QUE IMPEACHMENT NÃO TEM FUNDAMENTOS LEGAIS

Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil A presidenta Dilma Rousseff procurou demonstrar confiança em entrevista a seis jornais estrangeiros, hoje (14), em Brasília, diante da crise política que o país enfrenta. Dilma falou com jornalistas do The New York Times (Estados Unidos), El País (Espanha), The Guardian (Inglaterra), Pagina 12 (Argentina), Le Monde (França) e Die Zeit (Alemanha). Jornais como britânico The Guardian e o americano New York Times destacam os comentários de Dilma sobre o processo de impeachment que tramita na Câmara dos Deputados, as críticas a seus opositores e o tom desafiador dela diante dos pedidos de renúncia. Aos jornalistas estrangeiros, ela disse que o pedido de afastamento em curso “não tem fundamentos legais”. Esta, aliás, é a terceira vez nas duas últimas semanas que Dilma afirma que não renunciará. No dia 11, a dois dias das manifestações de grupos contrários ao governo realizadas em todo o país, em pronunciamento após reunião com reitores dos ins…

Na entrevista a BBC Ex-assessor da Casa Branca diz que Lava Jato precisará de ponto final: 'Será necessário perdoar os que erraram'

João Fellet - @joaofelletDa BBC Brasil em Washington Há 9 horas Compartilhar Image copyrightReutersImage captionPoliciais voltam para sede da Polícia Federal após investigação em prédio da OdebrechtOs mesmos argumentos legais que levaram os Estados Unidos a punir dirigentes da Fifa por atos de corrupção praticados em outros países deverão ser usados pelo governo americano para processar empresas brasileiras condenadas na Operação Lava Jato, diz o ex-assessor da Casa Branca Joel Velasco. Em entrevista à BBC Brasil, Velasco - que trabalhou com o ex-vice-presidente Al Gore e serviu como conselheiro sênior na embaixada americana no Brasil no governo Bill Clinton - afirma que a operação brasileira representa um caso sem precedentes para autoridades dos Estados Unidos. Procuradores brasileiros e americanos têm trocado informações sobre a Lava Jato há algum tempo e, por enquanto, sabe-se que o Departamento de Justiça dos EUA investiga o papel da Petrobras no escândalo. Mas Velasco também defende …