Nossos Leitores Obrigado Por Ler

Excluem-se jovens em escolas particulares: notas terão peso de 50% apenas para a admissão às universidades

IRBING INTERNACIONAL
PARA  GAZETA CENTRAL

A partir de 2015, o Ministério da educação, ciência e tecnologia ser aplicados quatro critérios para a renda de graduados da high school para universidades: índice acadêmico (50%), condições sócio económicas (30%), ligando-os ao território (15%) e participação em atividades extra curriculares. 


Desses quatro elementos, o total das notas do ensino médio, graduados de primeiro a quarto ano consideravelmente baixo e passa 95% apenas de 50%


O Ministro da educação superior, Manuel Fernández, disse que os acordos da última sessão do Conselho Nacional de universidades, de 16 de dezembro, relacionados como idosos acessem às universidades através da "melhoria" do sistema nacional de rendimento.


"Neste momento, existem alguns testes de admissão que excluem algumas pessoas.

Eles serão eliminados até 2015. Nós procuramos tornar o sistema mais justo e mais equitativo. Por esta razão, nós temos mais dimensões do ser humano com os quatro elementos, "Fernandez disse.


Quanto aos critérios de condições sócio-económicas (30%), ele ocupa o segundo lugar em importância ao acesso ao ensino superior. 

"Promover através de uma escala a que está em uma posição desvantajosa é importante no tipo de sociedade que estamos construindo," disse o Ministro.


Acessório para o território tem um peso de 15%; mais pontuação dada àqueles que manifestam estudo perto de seu local de residência.

Relativamente ao critério de participação em atividades extracurriculares, tem um peso de 5% e é levado em conta se o futuro aluno participa no desporto, cultura ou comunidade de trabalho. "Isso indica que aquele garoto desde sua adolescência tem orientação para os outros, é orientada para fora da esfera acadêmica", disse.

Note que este novo sistema "justo e equitativo" exclui aqueles jovens que alcançado excelência acadêmica. Para o regime, as crianças de trabalhando e lutando a classe média são "burguês" que não merecem estudo em universidades públicas. Estes jovens são então numa espécie de limbo, sem oportunidades em sua terra natal ou fora dela, são punidos por estudar em uma escola particular e vivem em uma área residencial.

Oferta acadêmica. Ministro Fernández disse que a segunda parte da tarefa é a atribuição de quotas: "na mesma reunião pedida as universidades a 20 de Janeiro, na próxima CNU, eles devem relatar a quantidade de cota para cada raça têm períodos de admissão de alunos no sistema até o ano de 2015". Ele disse que, com esta oferta académica, demanda de estudantes pode responder com precisão.

O ministro disse que fazer esforços para divulgar as corridas que são necessários no país e realizando conferências para oportunidades de estudo.

O processo será avaliado através da criação de um Comité permanente de trabalhar pelo vice-ministro Jeyson Guzmán, um representante da Associação de Bolivariana guiando um da Associação Venezuelana de Reitores da Universidade e um Representante Discente do CNU. Essa equipe vai dar propostas para melhorar e aperfeiçoar o sistema de renda.

Ele lembrou que todos os tipos de testes internos para a admissão às instituições públicas de 2015 eliminados.

Monitor privado

O ministro Fernández de consultoria sobre reclamações de alunos de universidades privadas como a Santa Maria e Santa Rosa e serviços deficientes, disse que desde o mês atrás e médio, mediante instruções do presidente Nicolas Maduro, trabalho com universidades privadas, institutos e faculdades e feiras preços Superintendente (Sundee), para coletar dados e fazer um minucioso, técnicos trabalhamProfissional e rigoroso para recomendam a ação. 

"Há universidades que fez um aumento nas taxas enormes, fizemos quatro reuniões com eles e estamos na fase final do relatório que irá propor ações concretas". Ele instou ter alegações deste tipo, que é de universidades públicas ou privadas, para fazê-los passar por conta de Twitter @Mppeuct, veri

MARIELA CASTRO EM SUA DECLARAÇÃO O POVO DE CUBA NÃO QUER VOLTAR PARA O CAPITALISMO EM RESPOSTA A ESSA AFIRMAÇÃO A GAZETA CENTRAL MOSTRA AO CONTRÁRIO FOTO 20 DE DEZEMBRO DE 2014 ASSIM QUE A TELESAR ABRIU O CANAL EM CUBA PARA O PRONUNCIAMENTO DE RAUL CASTRO O POVO MOSTRA ESPONTÂNEAS DE ALEGRIA NAS RUAS DE HAVANA QUEM ESTA MENTINDO

ESSA  É  A  DECLARAÇÃO DE MARIELA CASTRO  FILHA DE RAUL CASTRO:  USAM O NOME  DO  POVO  PARA  PERMANECER NO PODER

Cuba defenderá seus princípios socialistas e não voltará ao capitalismo só porque aceitou uma distensão com os Estados Unidos, afirmou nesta sexta-feira, Mariela Castro, filha do presidente Raúl Castro, dissipando qualquer noção de que empresas norte-americanas estariam livres para atuar em Cuba.


— O povo de Cuba não quer voltar para o capitalismo — afirmou Mariela, membro do parlamento cubano.

Na quarta-feira, Cuba e os Estados Unidos concordaram em acabar com mais de cinco décadas de animosidade e restabelecer relações diplomáticas plenas. O presidente americano, Barack Obama, também afirmou que pretende remover algumas sanções contra Cuba e trabalhar com o Congresso dos Estados Unidos para acabar com o embargo econômico.

Mas, mesmo se todas as barreiras dos EUA para Cuba forem levantadas, as empresas americanas ainda precisarão de permissão do governo de Cuba para fazer negócios na ilha caribenha.

— Estivemos nessa situação por 56 anos, e adoramos dizer que somos um país em revolução, tentando criar o socialismo, e fazendo parte de um único partido, o Partido Comunista — afirmou Mariela Castro.

Sob a lei do investimento estrangeiro de Cuba, as empresas estrangeiras são bem-vindas, mas precisam negociar acordos com empresas estatais de Cuba ou com o governo para fazer negócios. O governo quase sempre exige uma participação de controle dos investimentos, o que desencorajou algumas empresas estrangeiras.

As importações para Cuba são administrados por empresas estatais, o que significa que as empresas americanas não seriam capazes de simplesmente encontrar um comprador e enviar bens ao país.

— Às vezes as pessoas dizem que Fidel é cabeça-dura, que os líderes cubanos são cabeça-dura, mas a experiência nos ensinou algo importante: que nunca devemos desistir de nossos princípios — afirmou Mariela, em frente ao Parlamento.


ESSA  INFORMAÇÃO  NÃO  CORRSPONDE  COM A  VONTADE  DO POVO  CUBANO E A  GAZETA CENTRAL  FOI  OUVIR  A  REPRESENTAÇÃO DO  POVO VEJAM O QUE ELES  DIZEM :

Manifestações espontâneas de alegria, surpresa, entusiasmo e ceticismo. A maior mudança nas relações entre Estados Unidos e Cuba em mais de 50 anos causou reações apaixonadas na ilha.

Poucas vezes uma notícia surpreendeu tanto o povo cubano. Milhões de cidadãos foram à TV para ouvir o presidente Raúl Castro, ao meio-dia.

A imprensa nacional tinha acabado de anunciar o pronunciamento do líder, informando que o tema seria as relações com os Estados Unidos.

Mas muitos cubanos com acesso total à internet já sabiam muito mais: Alan Gross tinha sido libertado e - a maior surpresa - os três cubanos que seguiam presos nos EUA também deixariam a cadeia.

Os rumores se espalharam, apesar do silêncio inexplicável da mídia nacional. Felizmente, graças ao sinal aberto da Telesur, muitos espectadores puderam ouvir, além do discurso do presidente Castro, ao presidente Obama. YURIS  NORIDO, que  também  relatou a  BBC  em  espanhol.

A reação foi imediata. Nas ruas de Havana, havia satisfação. Esse é o grande tema, que chama atenção de todos. Em táxis, pontos de ônibus, no trabalho, filas, parques...

Não é para menos: trata-se da mudança mais importante na política dos Estados Unidos em relação a Cuba nos últimos 50 anos, resultado de negociações entre os dois governos.

Ainda é cedo para se ter uma ideia clara das mudanças específicas que esta decisão vai promover.
Obama tomou decisões importantes que, obviamente, marcam uma mudança. Por exemplo: mais viagens entre os dois países e aumento da quantidade de dinheiro que pode ser enviado a partir do Estados Unidos são, sem dúvida, medidas que irão influenciar positivamente a vida de grande parte da população.

Há outros pontos importantes: a possível saída de Cuba da lista dos EUA de países que apoiam o terrorismo, uma inclusão que tem razões mais políticas do que práticas.

E o retorno a Cuba de Antonio Guerrero, Ramón Labañino e Gerardo Hernández marca o fim de uma mobilização nacional, que contou com demonstrações de solidariedade de todo o mundo.

A maioria das pessoas, agora, reagiu com alegria e esperança. Com o passar dos dias se descobrirá o real alcance das medidas, mas é possível sentir o otimismo.

Ao contrário do que pensam pessoas pouco informadas sobre a realidade da ilha, cubanos não têm sentimentos antiamericanos, apesar do longo enfrentamento entre os dois governos, desencontros, declarações oficiais e efeitos práticos de medidas econômicas.

As pessoas imaginavam que as relações entre os dois países mudariam para melhor, em algum momento. Poucos esperavam que, aparentemente, seria da noite para o dia.


Não deixei de ficar surpresa, mas também não fui pega desprevenida. Havia conversado sobre isso com amigos que me chamaram de louca, para quem (o americano libertado Alan) Gross e os três não eram moeda de troca, que sem direitos humanos não haveria relações.

Eu os respeitava, mas lembrei que política é preparada com ingredientes sutis que não aparecem nas notícias - muito menos nas notícias do Granma - mas havia indícios e foi por esses indícios que a notícia do ano me surpreendeu pouco.

Agora, com Gross nos EUA e os três em Cuba, começa a implementação das conversas. Não acho que todo mundo esteja feliz, seja dentro do governo ou na dissidência.  Regina Coyula: libertações, também  declarou junto a  BBC.





FORO DE SÃO PAULO,LULA PRÓXIMO PRESIDENTE DA UNASUR E TRES PASSOS: A IGNORÂNCIA DE UM POVO É O INTRUMENTO CEGO PARA SUA PRÓPRIA DESTRUIÇÃO: ENCERRAR A DEMOCRACIA DA IMPRENSA: HUGO CHVES BONECO DE CRIAÇÃO COMO DILMA E LULA: A PERSEGUIÇÃO CONTRA A GAZETA CENTRAL JÁ EM 1992, ESCRAVIDÃO PARA TODOS BRANCOS E NEGROS DE VOLTA; FAZER GOVERNOS ILIGITIMOS PASSANDO PELA CONSTITUIÇÃO: APARELHAMENTO DAS INSTITUIÇÕES E AINDA PRODUZINDO PROVAS FALSAS E TESTEMUNHA FALSAS O QUE HOUVE COM LEOPOLDO LOPES E O QUE ESTA ACONTECENDO COM BOLSSONARO E AÉCIO NEVES

RENATO  SANTOS
centralgazeta@ig.com.br 

Neste  domingo  vépera de  Natal,  fiquei  pensando  o que  escrever,  de tanto assunto  postado durante essa  semana  que  trouxe  dois  contexto, um de mentira  outro  de verdade, mas  o assunto  da semana que se  findou  e de que  começará  nesta  segundo  feira, é  com certeza a UNIÃO  DE  CUBA  E  OS ESTADOS UNIDOS, até, MADURO  reconheceu  o Presidente OBAMA  pelo seu  trabalho.

Depois  me  veio é  vou falar ( escrever)  sobre  a  censura  na Imprensa e  sobre  o Foro de São  e os ditadores  que  já  atuam  com  suas  mentes  de  ferro, não  vai ser  fácil  mas  também  não dificil.

Vamos  Prestar  bem atenção numa situação, nas  Redes Sociais  o  mais  vimos  é INTERVENÇÃO  MILITAR  NO BRASIL não  é  verdade, mas, alguns  criticam , talves , pela falta de conhecimento  da diferença  entre a INTERVENÇÃO  com   a  DITADURA MILITAR, aí  fica um questionamento  e  o FORO  DE SÃO  PAULO o que é:  

UM  POVO  IGNORANTE É  UM INSTRUMENTO  CEGO  DE  SUA  DESTRUIÇÃO. JÁ FALA  SIMO  BOLIVAR: O BRASIL  É  O MAIS  QUE  TEM, REPAREM NAS REDE SOCIAIS, NÃO USAM  PARA  CRESCER NA SABEDORIA, É  UM POVO  QUE  ACREDITA NAQUILO  QUE  É  PREGADO NAS IGREJAS, NAS UNIVERSIDADES, NAS REUNIÕES, NAS  ESCOLAS, NOS  SITIOS, E NÃO  É  DE HOJE  ANTES  SE  VENDIAM POR BOTINAS, POR  COMIDAS, POR  ESMOLAS, HOJE  ELES  SÃO TRAÍDORES  DOS SEUS  PRÓPRIOS PRINCIPIOS E VALORES, POR  BOLSA FAMILIA,  POR  SEGURO  DESEMPREGO, E OUTROS  ENTRE  ELES  INSS.


VAMOS  CONHECER  SIMÓN JOSÉ  ANTONIO DE LA  SANTISSIMA TRINIDAD BOLIOVAR PALACIOS  E  BLANCO

Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar Palacios y Blanco (Caracas, 24 de Julho de 1783 — Santa Marta, 17 de Dezembro de 1830) foi um militar venezuelano e líder revolucionário responsável pela independência de vários territórios da América Espanhola. Foi importantíssimo personagem na história da América Latina. 

Aristocráta de origem basca. Era filho de Juan Vicente Bolívar y Ponte e de María de la Concepción Palacios y Blanco. Teve quatro irmãos: María Antonia, Juana, Juan Vicente e María del Carmen, esta última falecida poucas horas após nascida. 

O pai de Simón faleceu quando este tinha apenas três anos, em 1786; Sua mãe morre em 6 de julho de 1792. O menino foi então levado para a casa do avô materno, e, depois da morte deste, para a casa do tio, Carlos Palacios. 

Aos doze anos Simón fugiu da casa do tio para a casa de sua irmã María Antonia, por quem sentia uma maior ligação afectiva. Em consequência do seu ato passou alguns meses na casa do pedagogo Simón Rodríguez, por quem foi muito influenciado e com quem manteve uma relação de amizade até o fim dos seus dias. Teve ainda outros tutores, entre os quais o humanista Andrés Bello. 

Em Janeiro de 1797 ingressou como cadete no Batalhão de Milícias de Blancos de los Valles de Aragua (do qual o seu pai tinha sido Coronel), onde se destacou pelo seu desempenho. 

Em 1799 viajou para a Espanha com o propósito de aprofundar os seus estudos. Em Madrid ampliou os seus conhecimentos de História, Literatura, Matemática e aprendeu a Língua francesa. 

Na capital espanhola casou-se com María Teresa Rodríguez del Toro y Alaysa (26 de Maio de 1802) mas, de regresso à Venezuela, María veio a falecer de febre amarela (1803). Bolívar voltou à Europa em 1804, passando de novo pela Espanha antes de fixar residência em Paris.

Hoje  graças a  ignorância  do povo  não temos  mais  exemplos  como  BOLIVAR. Mas,  sim canalhas, ladrões, corruptos, servos de SATANAS, donos  dos IMPÉRIOS  DO PODER QUE QUEREM FICAR  PÉPERTUOS. COMIO NICOLAS MADURO, LULA, E  DILMA.

Objetivo  do FORO  DE  SÃO  PAULO, mas  por que  escrever  isso, se  as pessoas  não dão importância, se  elas  nem tem o trabalho de ler, com excessão aquelas  que  não querem  a ESCRAVIDÃO  DE  VOLTA,  A  TAL  DA LEI AUREA  FOI  PARA  OS NEGROS  EM 1888, MAS,  ESQUECEU  DE UM DETALHE  O  FUTURO. Essa escrevidão  agora  une  tanto NEGROS  COMO BRANCOS, SENHORES  OU  NÃO  FEUDAIS  OU  NÃO, tudo será  tirado de você  meu amigo  leitor  ignorante, pois  esse  cancer  cegou, alias até  a  biblia relata  que SATANÁS  segaram o  entendimento  dos  homens.

Foro de  São  Paulo  começou  na VENEZUELA, e digo  como  foi : Hugo Chaves  filho  de  um sistema  chamado  FORO DE  SÃO PAULO.  O traidor  da  VENEZUELA, passou  por  cima  da própria  CONTITUIÇÃO  BOLIVARIANA  e  ai,  o que  o Brasil  tem haver, meu amigo  tudo. Chaves  veio de um sistema do populismo  (  no  disfarce)  do verdadeiro  objetivo  DITATURA ele  não apareceu  do nada, era  uma carta  marcada  assim como LULA, DILMA  E MADURO,são os  bonecos  do sistema, O  ENCONTRO  DOS PARTIDOS, e  oposições de esquerda  da  américa latina, que  seguiu em  1990, já  vinha  no jogo  do FERNANDO  COLLOR E  LULA para  tirar  SILVIO  SANTOS, todo  o poder e  aquela  palhaçada de  1992,  foi  tudo uma  encenação  e  o povo caiu  nisso, POR  ISSO, NAQUELA  ÉPOCA  AGAZETA CENTRAL PUBLICOU  EM SUAS  DUAS  ULTIMAS  EDIÇÕES  O QUE  O BRASIL  ESTA VOMITANDO A  COMIDA  ESTRAGADA. Depois  desta edição  a  GAZETA  CENTRAL  foia primeira a  sofrer  uma  ditadura, não  havia  nenhum  anuncio  e  nem  se quer  como pagar  as IMPRESSÕES  FEITAS.

Hoje  os  jornais  venezuelanos  sofrem  com a ditadura  da  liberdade de imprensa  e por  isso  que aqui no Brasil voce  não vai ver  nenhum conteúdo  nos grandes  jornais  para  não perderem  a boquinha  do  governo.

A Gazeta Central  começou  como  um jornal de bairro,  foi o  primeiro  do JARDIM SÃO  JOÃO, deste 16  de  março  de  1992, mas, foi obrigado  parar  por  censura, existe  vários  tipos, entre elas a  censura do silêncio .

Mas,  votando ao Hugo  Chaves  que  no  fundo usam da  ideologia catrista  pelo  voto e  não mais de armas  nas  mãos , para  supressão das  liberdades  individuais. Pode parecer  legítimo mas não é, como aa  eleição de  NICOLAS MADURO  e  agora  da  DILMA, EVO MORARES e  outros.

Sem dúvida, a inspiração é o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez. Mas ele não veio do nada. Chávez é uma criação do Foro de São Paulo (o encontro de partidos e organizações de esquerda da América Latina que surgiu em 1990 de uma conversa entre o ex-presidente Lula e o ditador cubano Fidel Castro). No fundo, é a ideologia castrista de supressão das liberdades individuais não mais pela revolução armada, mas por eleições.
Pode parecer legítimo, mas não é. Quando estão na iminência de perder o pleito, eles trapaceiam, violam os resultados e exigem reformas políticas boas apenas para eles. São persistentes. Na reforma constitucional tentada por Chávez em 2007, o presidente perdeu, mas logo conseguiu o que queria de outra forma (em 2009, Chávez fez aprovar a reeleição indefinida, que havia sido rejeitada antes, em referendo).

A principal é reprimir a liberdade de expressão. Esses regimes simplesmente não podem sobreviver com imprensa livre. A verdade é tóxica para eles. Na Venezuela, a prioridade do governo de ter a hegemonia na comunicação social foi explicitada no Plano da Pátria, programa de governo de 2012 de Hugo Chávez. O objetivo do governo é ter o controle total da informação. O máximo que esses governos admitem de um órgão de informação é a neutralidade. Fazer críticas ou ter opinião diferente da oficial está fora de cogitação.

No Brasil, o aparelhamento das instituições, embora evidente, ainda não é total como na Venezuela. Aqui, todos os burocratas com algum poder são obrigatoriamente membros do partido do governo. Ninguém esconde isso. Tudo é feito de forma descarada. Os membros do Supremo Tribunal de Justiça foram escolhidos por Hugo Chávez e, depois, por Nicolás Maduro, e obedecem cegamente aos desígnios do governo.

Pergunte ao oposicionista Leopoldo López. Ele foi preso sem provas, acusado de fomentar um incêndio em San Cristóbal. As testemunhas foram unânimes em afirmar perante o juiz que López não tinha nada a ver com o incêndio. A outra acusação a López foi ainda mais absurda e kafkiana. 
O governo recorreu a um especialista em semiótica, membro do partido chavista, que “provou” que Leopoldo López incitou a violência e o terror, mesmo não tendo recorrido a nenhuma expressão violenta. O advogado de defesa quis levar seu próprio especialista em semiótica com uma análise favorável a López. O juiz não permitiu.
Se o Brasil continuar no mesmo rumo, logo coisas semelhantes poderão acontecer por aí.

NICOLAS MADURO VENDO A POSIÇÃO DA CHINA, COREIA DO NORTE, CUBA E DO BRASIL ELE DISSE A DECISÃO DE BARACK OBAMA É UM GESTO DE CORAGEM, APROVEITO E DIGO AO PRESIDENTE TENHA ESSE GESTO DO CORAGEM COM LEOPOLDO LOPES

Depois  que  viu  que iria  ficar  isolado  diante  das  declarações do ministro  do Brasil e  a  oposição  do Brasil  nas negociações entre CUBA e  os ESTADOS UNIDOS, NICOLAS MADURO mudou de opinião.

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, comemorou a mudança na política dos EUA para Cuba. Para o presidente, a decisão de Barack Obama é um "gesto de coragem."


Maduro disse que estava "feliz" abordagem e observou que os EUA "Não é possível continuar a insistir em uma política de tentar levar ao colapso de Cuba".

"Devemos reconhecer o gesto do presidente Barack Obama é corajoso e necessário na história, é um dos mais importantes em sua etapa presidência e Cuba em pé, um cultivadas em valores", disse o presidente na Cimeira XLVII Presidencial do Mercosul no Paraná, Argentina.

O presidente venezuelano descreveu a normalização das relações democráticas como "uma retificação histórica".

Por sua vez, Maduro congratulou-se com "a libertação de três heróis cubanos". "É uma vitória da moralidade, a ética de resistência do povo cubano", disse ele.

Também comemorado em suas redes sociais como outros líderes da região, como Rafael Correa e Juan Manuel Santos .

As redes sociais comemorar a aproximação entre Cuba e os Estados Unidos

ESTADOS UNIDOS PEDEM AJUDA A CHINA PARA COMBATER A PIRATARIA

Os Estados Unidos pediram China ajuda combate à pirataria na Coreia do Norte contra os sistemas de informação dos EUA, como Sony Pictures incidente, confirmou um alto funcionário do governo disse à CNN no sábado.


"Nós já conversamos sobre isso com os chineses para compartilhar informações, expressar a nossa preocupação com este ataque, e para pedir sua cooperação", disse o oficial. "Em nossas discussões sobre segurança cibernética, tanto a China e os Estados Unidos concordam que os ataques destrutivos no ciberespaço ir contra as normas de comportamento cibernético apropriado."

O tráfego de Internet na Coreia do Norte passa por China. O presidente Barack Obama disse na sexta-feira: "Temos indicações de que a Coreia do Norte estava atuando em conjunto com outro país."
FBI Burla

O New York Times informou primeiro que os Estados Unidos tinham vindo para a China.

No sábado, os Guardiães da Paz, um grupo de hackers acusados ​​de levar a cabo o ataque cibernético contra a Sony Pictures, o FBI ridicularizado em um comunicado à imprensa.

"O resultado da investigação pelo FBI é tão excelente que poderia ter visto o que estávamos fazendo com seus próprios olhos", disse o comunicado publicado no site Pastebin compartilhamento de arquivos. "Parabenizamos a ele (sic) o sucesso. FBI é o melhor do mundo. Você vai encontrar o presente para o FBI, no endereço abaixo. Divirta-se!".

O link na mensagem leva a um vídeo no YouTube intitulado "Você é um idiota." 

O FBI não quis comentar sobre a mensagem.

O FBI culpou a Coreia do Norte de ataque cibernético contra a Sony Pictures. Uma investigação do FBI ligou o malware, infra-estrutura e as técnicas usadas pelos Guardiães da Paz no ataque à Sony a ataques cibernéticos norte-coreanos anteriores.

Hackers invadiram servidores da Sony, publicou e-mails privados e informações, e ameaçou atacar os cinemas para impedir a exibição de "A Entrevista", uma comédia sobre um plano de assassinato contra o líder norte-coreano Kim Jong um.

Mais cedo, a Coreia do Norte criticou os EUA afirma que o regime é responsável por um ataque cibernético em Sony Pictures - e, então, propôs os dois países trabalham juntos.

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional Mark Stroh respondeu à declaração da Coreia do Norte. "À medida que o FBI deixou claro, estamos confiantes de que o governo da Coreia do Norte é responsável por este ataque destrutivo governo coreano Norte tem uma longa história de negar a responsabilidade pelas ações destrutivas e provocantes. Se o governo norte-coreano quer ajudar, eles podem admitir sua culpa e Sony compensar os danos desse ataque ".

Ameaças

A Coreia do Norte negou que ele estava atacando "inocentes". "Nós não vamos tolerar o insulto a nosso líder supremo, mas mesmo quando nós retaliar, não vamos pagar para pessoas inocentes", disse a KCNA.

"A retaliação terá como alvo os responsáveis ​​e os autores dos insultos. Nosso exército tem a intenção ea capacidade de fazê-lo."

O CEO da Sony Pictures Entertainment, Michael Lynton rejeitou as críticas de Obama em uma entrevista à CNN Fareed Zakaria de, dizendo que a sua empresa não cometeu nenhum erro. 

Ele disse que a decisão de retirar a estréia prevista para 25 de dezembro foi baseado nas principais salas havia se recusado a exibir o filme.

"Nós não demos", disse Lynton. "Nós perseverou, e não regrediram. Sempre tivemos o desejo de que o público americano para ver este filme."

E, apesar de suportar o que ele chamou de "o pior ataque cibernético da história americana", disse Lynton seus estudos seria o filme novamente. Mas, em retrospecto, ele pode ter "feito algumas coisas um pouco diferentes."

ESTADOS UNIDOS JÁ REPATRIOU 4 PRESOS DE GUANTANAMO PARA AFEGANISTÃO

O governo dos EUAEle repatriou quatro detidos de sua centro de detenção militar em Guantánamo, Ir para o Afeganistão, o Pentágono anunciou esta Departamento sábado.l de Defesa identificou os detidos como Shawali Khan, Khi Ali Gul, Abdul Ghani e Mohammed Zahir.


Durante a administração de Barack Obama, os EUA tem diminuído o número de pessoas detidas em Guantanamo Bay, Cuba.

Com esta transferência, 132 pessoas são detidas lá, o que significa uma grande diminuição em relação ao após os ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001, que foi o lar de 800 detentos, a maioria deles sem período de carga.

Em um comunicado, a Embaixada dos EUA em Cabul expressou seu agradecimento ao governo afegão - que desde setembro tem sido liderado pelo presidente Ashraf Ghani - "para ajudar a reintegrar esses exdetenidos".

"Temos plena confiança na capacidade do governo afegão para mitigar qualquer ameaça que estes indivíduos podem representar, e garantir que eles recebem tratamento humano", disse ele no comunicado da embaixada.

Devido a denúncias de tortura, maus-tratos e limbo jurídico em que se encontram os prisioneiros de Guantanamo, o presidente Barack Obama assinou uma ordem executiva em 2009 para fechar o centro de detenção em um ano, o que falhou.

COREIA DO NORTE E OS ESTADOS UNIDOS JUNTOS VÃO INVESTIGAR UM ATAQUE DE COBERNÉTICO NA SONY PICTURES

A Coreia do Norte respondeu para os Estados Unidos depois acusou o regime norte-coreano um ataque cibernético em Sony Pictures, e propôs uma investigação conjunta entre os dois países.


"Quem quer que eu acusei Espanha de um crime deve apresentar provas concretas", disse neste sábado o estatal Central News Agency coreano.

"O resultado da pesquisa e tentativa Infância os EUA para nos acusar de este crime mostra a sua hostilidade contra nós", disse a KCNA.

A agência diz que os dois países devem trabalhar juntos para descobrir o culpado: "Enquanto os Estados Unidos tem sido criticado por seu próprio público e ainda apontando o dedo sugerimos pesquisa mútua com a América neste caso", disse a KCNA.

O presidente Barack Obama disse sexta-feira que a Sony Pictures tinha cometido um erro ao cancelar a estréia do filme "Interview" depois culpar os hackers cibernéticos Coreanos apoiados pelo Estado. 

"Eu entendo a sua preocupação, mas eu acho que eles cometeram um erro", disse Obama em entrevista coletiva. "Nós não vamos entrar nessa forma de fazer negócios".

A declaração de Obama aconteceu horas depois que o FBI anunciou que a Coréia do Norte é responsável por ataque cibernético sobre Sony Pictures, atacar a polícia chamou de "virada de jogo".

NICOLAS MADURO A PEDRA NO SAPATO ENTRE CUBA E OS ESTADOS UNIDOS TUDO, OS DISCURSOS DE OBAMA, RAUL E DO PAPA FRANCISCO PODEM ESTA ENTRANDO NUM INFERNO

Um barco  que pode afundar  antes  mesmo de completar  sua primeira  semana, Raul Castro  esta mechendo  onde não deve, apoiar  NICOLAS  MADURO  é  o mesmo que  dizer  ao ESTADOS UNIDOS, somos  traidores  sim  e não  abriremos a mão disso, pois, ao contrário  que  foi publicado em alguns jornais  CASTRO  pode  colocar  tudo a  perder, se  continuar com essa  filosofia  barata  e  sem noção, já  que estava  tudo certo, incluíndo a  soltura de  LEOPOLDO LOPES, e de outros presos politicos NICOLAS  errou  e  precisa  pagar  por  isso.


Não se pode  dar  apoio a quem matou,  faliu  uma NAÇÃO, sequestrou, furtou  toda  a  economia e  até  falsificou  a própria certidão de  casamento  de seus  supostos  pais além de  ser revelado  que  ele  não  é  VENEZUELANO.


Presidente cubano Raul Castro, expressou hoje sua oposição às sanções impostas pelos Estados Unidos para a Venezuela e expressou seu apoio ao Governo de Nicolas Maduro contra as tentativas de "desestabilizar".

Castro reiterou a "relação especial" que Cuba tem com a Venezuela, um país que vai continuar "para fornecer apoio contra as tentativas intensas para desestabilizar o governo legítimo de Nicolas Maduro".

"Rejeitamos a tentativa de impor sanções que a irmã nação", Castro disse em seu discurso de encerramento do último ano completo da Assembleia Nacional (parlamento unicameral).

Quinta-feira passada, um dia depois de ter anunciado o restabelecimento das relações com Cuba, o presidente dos EUA, Barack Obama assinou as sanções aprovadas pelo Congresso contra autoridades venezuelanas considerado responsável por violações dos direitos humanos na Venezuela.

Sanções aprovadas incluem o congelamento de bens e proibição de emissão de vistos para funcionários do governo venezuelano correlação entre violência e repressão nas manifestações estudantis em fevereiro, que terminou com saldo oficial de 43 mortos e centenas de feridos

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog